A Torre

BrokenCastle.sized

Viajante, um jogo de Tarô é um mapeador de nosso transitar pela existência. Fantástico como essas 22 imagens que denominamos de Arcanos Maiores, em consonância com seus 56 Arcanos Menores, possam fofocar apontar a quantas anda a vida de quem o busca. Apresento hoje um pouco sobre a carta das rupturas: A Torre!

Podemos traduzir como um momento de acertos de contas dos excessos do ego. É o cair das máscaras sociais, da revelação dolorosa das nossas utopias e enganos nos projetos e atitudes pessoais. O ruir das ilusões, um momento de rupturas com transformações tamanhas, nada mais será como antes e como desejávamos.

Quer queira ou não os rompimentos ocorrerão, mesmo sem uma compreensão completa por parte da pessoa. Será para uma vida futura melhor, pois a Torre é um aviso severo que seguíamos por caminhos equivocados e precisamos mudar e buscar alternativas diferentes. Ou o sofrimento e a dor do apego e do orgulho serão uma constante.


É uma carta de aprendizados, onde devemos rever posturas e mudar o mais urgente nossos pontos de vista ou simplesmente aceitar as modificações que ela aponta. É o primeiro grande aprendizado via caminho da dor para a evolução verdadeira. A intensidade desta dor dependerá de cada um, nada será como o imaginado. É dolorido sim, mas valerá a pena, pois teremos a partir daí a libertação de opressões e medos daquilo que nós mesmos patrocinávamos na intensidade de nossas vaidades.

A Torre também tem o indicador de rompimento da nossa rotina estabelecida, como mudança de casa, de trabalho, de status social, de relacionamentos e etc. Visto igualmente como o Arcano “do contra”, pois se estiver desempregado encontrará trabalho, se estiver sozinho arranjará um namoro, se estiver doente será curado, mas com alguma perda para cada caso... Como um emprego sem as relevâncias do último em termos de salário ou benefícios, por exemplo. Cura de uma enfermidade que deixará sequelas. Venda de um bem por um preço menor que estipulado.

Torre

As mudanças da Torre tem geralmente origens no ambiente social, com terceiros tendo efetiva participação nos casos vividos. Como exceção dessa regra básica - ser de fora para dentro - há também Torres que acontecem de dentro para fora (este Arcano é mesmo danadinho…) ou seja, são as dissoluções que nossa maturidade apresenta como necessárias quando vemos que não vale mais a pena permanecer no sofrimento de uma situação de longa opressão. Por exemplo, uma relação de aparências e conveniências que não nos traz paz nem alegria. É quando chutamos o balde com coragem e largamos o osso!

Por fim, os excessos do poder de escolha (livre arbítrio) denotam-se através da Torre em sua forma ativa e corretiva, como os erros do nosso aprendizado pessoal. De uma situação que não pertence ao traçado do nosso destino, fazendo-se mister buscar alternativas bem diferentes. Porém teremos a partir dela uma outra certeza, que novos caminhos se abrirão... depois da tempestade vem a bonança.

Não é um caminho de “cristalizações” ou flores primaveris, mas de aprendizados e quando alcançamos uma maturidade emocional e espiritual, ela (a Torre!) pode se tornar um facilitador para mudanças radicais. Um fato interessante que observo na minha vivencia com este Arcano: aceitando e permitindo a sua energia, raramente ela retorna ao nosso caminhar.
 
800px-broadway_tower_editAprender com as Torres é evitar mais dores e sofrimentos e um claro sinal de evolução, porém não é ainda para muitos. Faz quem pode, segue quem quer.

Comentários

  1. De fato aceitar a torre e o primeiro passo para se chegar a estrela que espera a gente com sua luz linda e verdadeira.
    Viver na ilusao é a grande dor do mundo de hoje, quantas ilusoes alimentamos ao longo da vida.Ainda bem que existem torres.
    Beijos e aguardo sua visita.

    ResponderExcluir
  2. Senhor da Vida,
    o aprendizado que uma Torre nos proporciona é fantástico! Como a senda do Tarô em si igualmente o é!!
    A Esperança e bem aventuranças do Arcano sucessor é mesmo o que nos alenta...

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Ari, por mais confusa que a Torre seja, realmente ela vem para nos melhorar. Para quebrar paradigmas, nos ensinar a humildade e nos libertar daquilo que, na verdade, nos prendia. Abre, sem dúvidas, novos parâmetros. É necessária, para nossa evolução pessoal.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Luciene
    depois de muitos escombros pessoais, A Torre virou uma benção. Quando assimilamos suas lições, a vida fica mais leve e menos dolorida!
    Vejo assim hoje.

    Obrigado pelo prestígio carinhoso e o comentário.

    ResponderExcluir
  5. Arierom,
    É doloroso e difícil viver A Torre, mas nos ensina muito. Costumo dizer que quando se está neste momento, que aproveite para melhorar ao máximo, pois é a oportunidade que se tem para atingir patamares jamais pensados em nosso crescimento, por nós mesmos. E por outro lado, ela nos abre o Caminho da Esperança.

    ResponderExcluir
  6. Rainha,
    concordo com você, e são em momentos "Torre" que mudamos mais que pontos de vista, podemos mudar e consertar uma vida! Obrigado pelo prestígio de sua atenção.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Viajante,

sugestões e críticas são bem-vindas.
Concorde ou discorde, jamais ofenda.
Leia antes nossa Política de Comentários.


Deixe registrado aqui o seu melhor!

Ahlan wa Sahlan!!