Cavaleiros: caminho da vontade


Viajante, dando continuidade com as Figuras da Corte, hoje vou falar um pouco dos Cavaleiros. Símbolos da vontade, ação, determinação e vigor. Nos conjuntos tradicionais temos  jovens trajando roupas elegantes montados em seus corcéis, tendo à mão os símbolos de seus referidos Naipes.

As Figuras da Corte, durante a análise de uma tiragem, se traduzem ou como pessoas ou como situações, jamais os dois. Vou insistir e me repetir sempre neste aspecto. Seguindo a mesma didática dos Pajens, serão pessoas da influência familiar,  toda vez que saírem acompanhadas da Imperatriz e do Imperador, e quando sair com o Papa e a Justiça, pessoas do orbe social. A Idade é vista em relação com a do consulente: Imperatriz, Imperador, Papa e Justiça mais ou menos da mesma faixa etária do consulente. E quanto ao sexo, analiso do encontro dos Arcanos: Imperatriz/Justiça + Cavaleiro é feminino, Imperador/Papa + Cavaleiro é masculino.

Como nos Pajens, há as características da personalidade nos Cavaleiros de cada Naipe. Um Cavaleiro de Ouros será alguém gentil, habilidoso, paciente e metódico. Teremos com o Cavaleiro de Espadas um intelectual, sagaz, forte e perseverante. Já um Cavaleiro de Copas será sedutor, sensual, volúvel e sonhador enquanto o Cavaleiro de Paus, ousado, sociável, perspicaz e fogoso.

Exemplificando numa tiragem para uma consulente sobre uma questão de promoção no trabalho: Justiça + Cavaleiro de Espadas: Uma mulher do orbe social (colega de trabalho), com a mesma faixa de idade que a consulente, com características  de intelectualidade, sagacidade, força e perseverança. E para saber o grau de envolvimento dessa pessoa com a questão em si, puxo outro Arcano Menor. Este vai dizer se a pessoa indicada ajuda ou atrapalha e de que maneira.

Ainda no campo hipotético, saindo o 3 de Ouros, diria que esta pessoa estará ajudando a superar as possíveis barreiras, e que se pode contar com ela. Agora, e se sair outra figura da corte, como um Pajem de Espadas? As características da pessoa descrita previamente não mudam, neste caso levamos em consideração apenas os atributos desta carta, que indicariam alguém que está com inveja e fazendo intrigas, e que a consulente deve ficar de olho e evitar se expor.

A bem da verdade, tudo dependerá sempre do que vamos analisar, para escolher um Método adequado à orientação. A receita que uso e indico é: Pergunta/questão + Método + conhecimento dos Arcanos para termos as respostas!

Viajante, em breve retornaremos às Figuras da Corte, e falarei sobre os detalhes para situações e personalidades quando o jogo apontar Rainhas ou Reis, pois há algumas diferenças sutis na análise destes. Até lá, obrigado e boa semana!

Fonte de Estudo e Pesquisa: Estudos Completos do Tarô Volume II "Tarô VIda & Destino" de Nei Naiff Editora Elevação 2001

Comentários

  1. Novamente repriso a interessante ligação sua da corte com os maiores quando esses lhe conferem caracteristicas!

    ResponderExcluir
  2. @Senhordavida,

    a didática é do Professor @NeiNaiff, eu apenas sintetizei a mesma, que utilizo em minhas análises. É realmente interessante como ela simplifica e ajuda identificar pessoas de situações num jogo.

    Abraços do Ari.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Viajante,

sugestões e críticas são bem-vindas.
Concorde ou discorde, jamais ofenda.
Leia antes nossa Política de Comentários.


Deixe registrado aqui o seu melhor!

Ahlan wa Sahlan!!