Mãe nossa de cada dia

Mãe

Viajante, mais uma data emblemática no dia de hoje, o 2º domingo de maio. Não vou discorrer sobre o teor do apelo mercantilista, nem das origens mitológicas, históricas e etc.  Mãe, palavra que em nosso idioma não tem rima cabível, mas quantos e quantos poetas do tema não fizeram versos e canções? No esoterismo, a Astrologia é vista como a mãe de todos os oráculos. Penso que um pai tardio pode bem ser o Tarô.

No velho baralho temos algumas mães nossas de cada dia entre os Arcanos. Do meu primeiro contato com o Tarô, Escola Iniciática, recordo da correlação mágica cabalista entre O Mago (pai), O Louco (filho) e A Morte (mãe), e este trio era chamado de cartas mães.

Como é notável, não fiquei muito tempo graduando-me. Sou extremamente grato pelo pouco que assimilei, mas escolhi profanar na via da adivinhação. Não posso negar, meu tutor foi uma mãe para mim.

A Imperatriz é a figura mais arquetípica da mãe nossa de cada dia, pois seu signo já faz alusão de ser a consorte do Imperador, e para quem terá de gerar herdeiros. Podemos fazer ponte similar com as Rainhas das Figuras da Corte dos Arcanos Menores: de Ouros, de Espadas, de Copas e de Paus, contendo aquele quê materno em seus atributos e analogias. Como regras têm exceções, a Rainha de Espadas possui o estigma pejorativo de madrasta, mais do que de mãe.
MadrastaSerá intriga da oposição?

O Jogo das Casas Astrológicas tem na 4ª casa o Lar. A leitura do Arcano que ali se encontrar, também representará uma avaliação da mãe do consulente.

Há conjuntos de Tarô formados só por imagens femininas, que reportam a busca do feminino sagrado. Alguns com foco no resgate da secular opressão misógina de diversas culturas, baseando-se em pontos de vistas por vezes feministas. Nos livros que acompanham estes conjuntos, a maternidade, por vezes, é o pano de fundo. Quando não, todo o cenário.

A mãe nossa de cada dia, no Tarô, ainda é percebida nos Arcanos que traduzem atributos como: esperança, fé, caridade, parcimônia, transformação, domínio, doação, sabedoria, e, sem dúvida, fertilidade. Os Arcanos são expressões arquetípicas, não caberia definir gêneros, apenas posturas. Um homem pode estar tão doador e maternal em dado momento, como a Imperatriz; bem como uma mulher poderá estar tão de Papa ou de Louco em outro.

Por fim, resta-me prestar homenagem, agradecendo a todas as mães que me leem, em especial hoje, pedindo ao Ser Cósmico, que também é uma expressão maternal como deidade de luz, que abençoe: amigas, irmãs, primas, tias, avós, madrinhas, namoradas, filhas e esposas! Mulheres, Mulheres, Mulheres! Nossas mães de todos os dias! Pois amadurecemos, mas não cresceremos tanto para viver sem os cuidados e as atenções de pelo menos uma delas, no mínimo.

Comentários